107. O gringo Americano tarado por pé

              Relatos retirado do grupo 

**CONFISSOES** casada com gringo

Estava conversando com uma amiga que está estudando nos States de intercâmbio... ela conheceu um cara mês passado, americano, um cara aparentemente normal...

Estavam saindo, tiveram uns 4 encontros, conversaram muito, falaram de tudo... aqueles dates americanos que parece mais entrevista de emprego, sabe?!... cinema, jantar, caminhada no parque pra aproveita o verão....

Ela já tinha me falado que tava amando o estilo de começar a se conhecer dos Americanos e estava tudo lindo... whats app o dia inteiro.

Lógico que ela não estava apaixonada nem nada, só estava amando a experiencia, de como é tão diferente do Brasil e dos brasileiros já que  ela nunca tinha saído do país.... ela já tinha me falado dele várias vezes.

Um cara bonito, da idade dela, tudo indo mil maravilhas quando na semana passada ele chamou ela pra ir jantar na casa dele; ou seja, ia rolar os finalmentes né!!!  E a bixa tava toda empolgada e até me fez umas perguntas bobas pq nunca tinha dado pra gringo.

 Eis que o jantar foi lindo... ele cozinhou, a casa dele linda e tudo indo como esperado... Até.
começaram o "aquecimento" e ela perceber que o gringo era mega ultra tarado por PÉ...

A menina me contou chorando de rir que na hora não sabia o que fazer porque o gringo queria esfregar o pinto no pé dela, chupou os dedos do pés dela até não poder mais e ela só pensava em rir ou ir embora, mas tambem não pegava ninguem a meses e tava na seca...

Enquanto ela tava pensando no que fazia, o gringo pegou os dois pés dela e tava "metendo o pinto neles"...  tipo fazendo uma espanhola com os pés dela como se os pés fosse uma bussa ...

 Depois das préliminares a coisa rolou mais normalzinha e ela tava até curtindo, até que o gringo no alto do tesão foi cochichar um negócio no ouvido dela mas ela não entendeu na hora ( pois o inglês dela não tem muita putaria).

Ela achou que entendeu aquilo como algo tipo "dirty talk"  e nem deu ideia... e antes de pensar ao certo no que ele tinha dito, o gringo tirou o pinto e gozou nos pés dela (aparentemente foi isso que ele disse e ela nã entendeu)....
Parece que como ela deixou, ele soltou as taras logo no inicio, talvés porque o cara achou que ela curtia também e fez a festa...

Ele queria que ela dormisse lá, tava todo fofinho mas ela não conseguia parar de pensar tipo assim: "que merda foi essa?" e inventou que tinha que voltar pra casa e não podia ficar. Na hora de sair daquilo tudo, ela disse que não sabia o que fazer e estava morrendo de nojo de enfiar os pés todo melado no sapato pra voltar pra casa....

Enfim, isso foi sexta a noite e sabado e domingo o gringo foi a loucura mandando mensagens e ligando querendo saber o que foi que aconteceu, se eles podiam conversar, que ele quer encontrar com ela pra conversar... e ela ta ignorando pq não quer sair com ele novamente... por razões obvias!!!

Eu falei pra ela correr pra colinas porque homem com fetiches estranhos é foda..... alguém aí já dispensou gringo por causa de tara bizarra? já passou por essas coisas? tentaria conversar e ver se muda ou vale a pena???



106. O gringo do HIV - Parte II

               Relatos retirado do grupo 

**CONFISSOES** casada com gringo 

Lembram do ricaço que foi difamado pela Colômbiana?
Pois então... esta chegando o dia do boy vir pro Brasil no final desse mês e estou com o C* na mão de medo  e por esse motivo estou dando desculpas para não ir encontra-lo.

Eu disse pra ele  coisas como:  não sei se vou... estou com medo... vc é casado...  e a última disse que não teria uma roupa adequada para ir ao encontro ....

Maaaaaaas o boy veio me oferecer ajuda$ para eu comprar uma roupa adequada... siiiiim amadas, porém não quero dar meus dados bancários... 

Antes que me julguem eu não sei se vou encontrar ele, mas money não se recusa né?!... Jamais!
Ele ofereceu $$$$ pra comprar um vestido magnífico (segue abaixo ele falando de enviar o dinheiro )

[1/6/22:14] Grant: How are you doing please tell me everything
I don't hide things, I want to help youis very close to
I go to Brazil to find you


[1/6/22:14] Grant: I'm very excited and looking forward
Please send me the number of your bank account
I want to send the money to you look beautiful to me
buy the dress that you want

[1/6/22:15] Grant: I'll be very sad if you do not accept


Demorou só alguns dias e eu criei coragem de dar meus dados a ele pra que o dinheiro fosse enviado e fiquei chocada e deslumbrada com o valor que ele mandou (segue print abaixo)



Ele esta vindo e ficará 1 semanau  mas estou com medo de encontra-lo, aliás estou na base da amizade mas ele não está não... ele quer furunfunfun... e eu morrendo de medo porque vai que ele é mesmo estuprador e tenha HIv como me disse a Colombiana?

Depois de pouco mais de um mês conversando pela internet... então ele chegou e me avisou que queria me encontrar...

Eu fui com um vestido e um sapato super lindos que eu já tinha em casa (coisa fina da época áurea do meu casamento)... Marcamos no restaurante do Hotel Unique, chamei o Uber e fui.

 Esperei... e como cheguei 1hora mais cedo fiquei lá andando pelo hotel e falando com ele no celular. Sentei em um banco do lado de fora do restaurante que dava para ver a porta do hotel, quando ele chegou 

GEEEEEENTEEEEEE eu tremi igual vara verde, veio um monte de coisa na cabeça, medo de acontecer algo ruim ... Mas fiz a fina e mantive a pose.  Enquanto isso o boy veio entrando quando ele me avistou abriu um MEGA sorrisão (daquele que diz VOU TE COMER TODINHA HOJE😂)

Fias, ele não é bonito como nas fotos, é beeeem mais velho , nanico,  porém arrumadinho e bem alto astral. 


Ele entrou e veio logo falar comigo , já cumprimentou com beijo na boca , deu um mega abração. 

Nessa altura eu já tava imagina as posições que eu ia fazer na cama , os gemidos e tudo .... Mas eis que aparece um outro cara (mais novo) e ele me apresentou o cara como sendo amigo dele e entramos no restaurante.

De cara pensei: Porrãn , como assim esse cara veio acompanhado???


Daí o rabicó travou , achei que eles iam me estuprar e roubar meu rim. Juro, tremi na base liiindo.

Pedimos o jantar, conversa vai , conversa vem e o amigo dele foi no banheiro... ele sentou do meu lado e a gente na maior pegação, rindo horrores , super entrosados ... Aí já foi reacendendo o fogo no rabo e eu fui considerando a hipótese de ir pra cama com ele.

Mas eu precisava tirar a limpo a história do HIV e contei tudo...  disse da Colombiana e todos os paranaues dela. Ele ficou furioso e negou tudo . A cara do homem mudou completamente e ele se justificando... 


Enfim o amigo dele estava voltando e ele pediu para não falar sobre isso e paramos a conversa... Continuamos o jantar:  eu, ele e o amigo . Nisso eu conversava e tentava dar atenção para os dois (mesmo com o inglês já rachando meu cérebro) .

O boy milionário pediu um vinho e levantou da mesa para escolher, assim que ele saiu o amigo dele olhou pra mim é fez u
m sinal com as mãos , querendo saber se eu ia ficar com eles dois e perguntando meu preço, passando a mão em mim por baixo da mesa.

Aí fudeu, neguei e comecei fazer cara de choro , quando o boy voltou eu perguntei pra ele que história era aquela. Ele fingiu que não entendeu, desconversou. Daí o amigo dele começou a melar tudo, queria ir embora , olhava pro relógio toda hora, fazia cara de sono, um inferno .... Pensa num cara insuportável!


Resumindo...  ele começou a ficar inquieto e me disse que precisava ir embora para levar o amigo e tal. Como eu realmente queria ficar com ele , falei do Uber (taxi)... Mas num rolou e como já tinha percebido que o negócio melou, eu num ia ficar insistindo na história. 

Peguei meu celular e pedi um Uber (taxi) pra mim, ele me pediu desculpas, me deu um SUPER BEIJO, me abraçou, passou a mão na minha bunda e me deu 200 dólares para pagar o táxi.

 Sinceramente acho que foi melhor assim, se ele tivesse vindo sozinho eu iria remexer lençol a noite inteira e depois ia ficar com um medo lascado de ter pego alguma doenca ou até mesmo AIDS.
 
Quer ler a parte 1 dessa história? clique aquihttps://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/2016/04/100-o-gringo-do-hiv.html

105. A saga depois de arrumar um gringo e casar (parte 4)... A separacão

               Relatos retirado do grupo 

**CONFISSOES** casada com gringo 

Segui os conselhos de voces após descobrir que o Americano estava comendo uma Jamaicana atr\as da moita no parque: figuei pianinho. Nao foi fácil, fias... Eu não estava nem conseguindo dormir na mesma cama que ele. Nao sentia raiva, mas bastante desapontada, sabe? Como escapatoria ficava até altas horas assistindo tv para assim ter como justificar minhas dormidas no sofa.
Chegou o dia da entrevista para o green card e eu estava ansiosa, nervosa, feliz e uma sensacão de tristeza ao mesmo tempo.  A entrevista foi rápida, mostramos algumas fotos, ela fez algumas perguntas, olhou nossos passaportes... Quando a mulher falou que entre duas a quatro semanas minha alforria definitiva chegaria pelo correio senti uma sensacão de alivio.

Ao sair do USCIS o Americano estava feliz e falava e falava. Mas fias, tudo e qualquer coisa que vinha dele só fazia com que eu pensasse nele e nessa foda com a jamaicana.
Enfim, a sexta-feira tinha chegado e meu encontro com bophe do bar tambem.
Me arrumei toda pocotó e fui... 

Ele me levou a um restaurante tão gostoso. E próximo a esse restaurante tem um lago e um parque - quando vi pensei "pronto! vai me comer no mato tambem? - Mas não... A gente ficou la se beijando, abracando, sentindo a brisa... Foi onde eu tive a brilhante ideia de contar a verdade. Ele ficou sério e olhando em meus olhos e disse "você seria muito boa para ser Francesa" e me deu as costas e saiu andando. Chamei-o uma vez e ele continuou andando... Me senti um cocô! 

Cheguei em casa toda borrada e apertada no vestido tubinho e o Americano querendo me fazer interrogatório. Disse que naquele dia o quarto era meu e que conversaria com ele assim que me sentisse bem. 

Tranquei a porta e só sai de la na tarde de domingo. Enquando estava la reli a minha história no blog confissoes (inclusive, dona do blog sua safada, voce mudou algumas coisas! Mas ok, a sintese ainda é a mesma) e comecei a cogitar a possibilidade de continuar com o Americano, para pelo menos dividir as contas para facilitar os meus estudos e o processo de cidadania Americana.
Chumbo trocado nao doi e lavou enxugou tá novo foram so alguns dos estimulos que encontrei para que me fizesse sair daquele quarto. Então, decidi ligar para o Americano para perguntar aonde ele estava. Segundo ele estava em um boliche com o melhor amigo.

Quando terminei de falar larguei o telephone em cima da mesa e fui fazer um café, contudo escutei um ruido e este ruido advinha de onde? do meu telephone. O Americano não havia encerrado a ligacão, então coloquei no mudo e fiquei lá escutando a conversa dele com o amigo. Eles realmente estavam em um boliche. Conversaram sobre dinheiro, sobre novos lancamentos de carro, do lancamento do filme X-men e quando estava prestes a desligar escutei ele falando que tinha recebido um boquete no carro... Dai o amigo perguntou se era de alguma negra e o Americano disse que tinha sido de uma mulher branca... Olha, a tremedeira e a boca seca de novo? Ai o amigo contou que tinha comido uma fulana de tal . Continuaram conversando e sairam desse assunto, voltaram, sairam denovo e quando ele se deu conta, ele desligou o tel. Fiquei quietinha o tempo todo...

Senti tanta raiva que voltei pro quarto, mas desta vez com o meu laptop em mãos. Virei a noite procurando lugar. Na segunda visitei alguns lugares e na sexta pela manhã, sem ele estar la peguei todas as minhas coisas e sai sem avisar. 

Na manhã de sabado fui la e o esperei sentada no sofá.
Ele se assustou quando me viu e me perguntou o que estava acontecendo.
Joguei as cartas na mesa: contei que ja sabia da Jamaicana, da que tinha feito boquete nele dentro do carro. Citei o quanto fui parceira durante todo esse tempo e o agradeci pelo o que recebi em troca. Disse que nao morariamos mais juntos e que poderiamos fazer o processo de divorcio de maneira amigavel e evitar gastos para ambos. Ele disse que jamais se dirvorciaria de mim. Eu deixei um cópia do artigo em que diz sobre regime de separacão de bens... 

Ele tem me mandado v\arias mensagens me perdindo perdão e dizendo que me ama... Ainda não contratei advogado, porque agora nao sei o que me aguarda, então preciso poupar.. Se ele realmente, estiver nesta vibe de curticão, ele certamente encontrará alguém e concordará com o divórcio em breve. Bem, assim eu espero. Caso contrário, vou ter que pagar um advogado..

O outro bophe me deu um gelo e me telefonou esta semana. Ele disse que tinha gostado de mim, mas que era muito chocante receber a notícia que recebeu. Ele disse que não gostava de mentiras e que mesmo que se eu tivesse dito ser casada, ele não hesitaria em me flertar. Me pegou em casa no sábado e voltei quase agora... Contei pra ele sobre o Americano para passar uma r\egua de vez nesse caso, 

Dei bastante, abracei, beijei, ensinei algumas palavras em português e próxima quinta estarei viajando a Miami... Me perguntou se poderiamos nos ver mais vezes... Fias, ele e uma delícia...
Eu ainda estou meio perdida, mas quero voltar ao Brasil para contar a mainha o que aconteceu pessoalmente, pois quando contei pelo WhatsApp que estava me separando ele ficou sem entender e disse "quem vai cuidar de voce agora?". Tadinha.. Mal sabe ela da missa a metade...
Entao.. Se o bophe for pra valer, eu fico por este Estado por mais um tempinho, mas se ele quiser bacurinha vou pra outro Estado onde escola é mais acessivel....

Quer nos contar sua história sobre gringo? Envie-nos um email  para: vida.no.exterior2010@gmail.com ou conte nos comentários em anonimo

104. O gringo espanhol que fedia a azedo

                               Relatos retirado do grupo 

              **CONFISSOES** casada com gringo 

Não sou boa com datas mas, creio que na época eu tinha 20 anos, já estava acostumada com sites de relacionamento mesmo sabendo que era 99,9% de chances de ser uma furada 😒



Um espanhol, com na época mais de 40 anos, me deu o que hoje seria chamado de "match" hahaha eu nunca dei lá muita bola, não era meu tipo, mas era muito educado e insistente também. Nós conversávamos com certa frequência, ele entrava no Skype e me via on, corria me chamar, mas como disse, eu não dava muita bola, caldique eu tava era caçando um loiro zoi azul. 

Acho que, eu nunca fui lá muito ligada em dinheiro, se eu fosse como umas e outras que já passaram por aqui, desesperadas, chupando qualquer pica murcha por dinheiro, essas horas eu tava com herança, tomando champagne e sorrindo sozinha em Paris. Mas eu não tenho estômago forte e só gosto de macho gostoso então depois de sei lá quantos meses, o cara me encostou na parede, 

Literalmente, não me lembro como mas, foi tipo "ou vai ou racha" acabou me convencendo a ir encontrar ele numa ótima livraria na capital, porque o cara era chic e intelectual. Era sábado à tarde e estava calor, mas eu não queria ir toda periguete afinal eu era novinha mas não era putinha, não na aparência. 

Coloquei uma roupa bem formal e fechada pro gringo não achar que eu sou puta e nem ficar com vontades porque eu não estava afim. Eu nunca tinha conversado com ele por vídeo, não foi nem porque ele não quis, mas eu que nunca fiz questão mesmo. Eu sabia que o "hombre" não era lindo, mas também não era feio e como era muito educado eu resolvi tentar. 

Eis que eu cheguei primeiro ao encontro e fiquei lá olhando uns livros, nem vi quando ele chegou, de repente havia uma montanha parada a minha frente, eu não imaginava que o cara era tão alto, dava até medo! Alto, devia ter pra mais de 100kg mas era tão grande pra cima que nem conseguia ser grande para os lados. Fora a altura, acho que tinha esquecido de cortar o cabelo por, sei lá, uns dois anos, o cabelo dele parecia de ovelha super estranho, mas eu ainda estava relevando e pensando, tudo bem, o cara é legal, só cortar o cabelo e pronto.

Gente...
Quando ele me abraçou e deu um oi, eu enfiei a cara no peito dele porque eu sou anã, senti um cheiro tão esquisito....😖😖😖 nem sabia decifrar aquilo, mas tinha certeza de que o cara não tinha tomado banho, aí vc pensa se no primeiro encontro o lazarento não se dá nem ao trabalho de tomar banho, imagina depois de um tempo, a desgrama que isso não vira?

Aí eu já estava atordoada, não sabia nem o que fazer masssss tá no inferno abraça o capeta ué! Sugeri um café, porque eu queria me mostrar muito culta também 😂

Graças a Jeová que esse homem não sentou no meu lado, sentou a minha frente e me poupou do cheiro azedo dele, ou quase isso, porque hora ou outra batia um cheiro de biscoito hahahaha sabe aquele cheiro de polvilho azedo? Tipo isso! 

Eu tomava o café e me concentrava na xícara de café, porque eu tava fazendo força pra não vomitar, aí comecei a ficar com raiva. O cara não era lindo mas também não era feio, era agradável (só o cheiro que não), era inteligente, educado, rico! Custava tomar banho!? Fiquei ali num impasse pessoal, indagando com meu eu interior. 

Quando começou a escurecer eu juntei a bolsa embaixo do suvaco e disse que tinha que ir embora caldique era moça de família 😅😂

Depois que eu consegui me livrar do saco de biscoito ambulante eu respirei um ar puro novamente, aliviada.

Depois de alguns dias o cara me pediu em namoro,sendo que nem tinha beijado o cabra! Eu escorreguei igual quiabo e consegui sair "à francesa" da situação 😂😂😂
Por sorte, depois de um tempo ele me excluiu do Skype e eu, agradeci a Deus, Alah, Jeovah...

Quer nos contar sua história sobre gringo? Envie-nos um email  para: vida.no.exterior2010@gmail.com ou conte nos comentários em anonimo

103. Dividir despesas na base da pressão ou bater de frente com o gringo mão de vaca???

                                  Relatos retirado do grupo 

              **CONFISSOES** casada com gringo 

Homem mão de vaca e ainda mais sendo gringo é um tipo que mulher nenhuma deveria deixar ele se criar e crescer. Pode ser lindo, pirocudo, olho azul, verde, sarado e o escambal de dentro... mas mande ele vazar, sabe porcaldique???

Porque se ele tivesse casado com uma gringa nativa, ela não iria aturar metade do que nós aturamos sorrindo, toda bonitinha, em forma, cheirosa e de quebra bussa quentinha e depiladinha pra eles toda noite...

E ainda temos o ponto triste de termos largado tudo:(casa, família, amigos, emprego), pra comecar do zero ao lado de um cara que não irá te valorizar o suficiente e ainda vai ser muquirana e tentar levar 50% de tudo que vc ganha mesmo ele não precisando disso???

Por via de regra, alemão e algumas outras nacionalidades são espertissímos nessa parte de finanças e se acharem uma trouxa eles montam mesmo. E brasileira tem mania de aguentar sorrindo o que  nativa nenhuma aguentaria.

Se é pra casar  e  ter que dividir até a conta da padaria por causa de pressão e ameacas do gringo, é melhor dividir aluguel com amigas, não acham???  Posso parecer antiquada mas homem pra mim tem que ser o provedor. Claro que se um dia a coisa apertar eu tô aqui pra ajudar, mas levantar todo dia nesse frio de - 10, socar neve feito louca, pra entregar metade do salário na mão de marido mão de vaca??? Pra mim não rola...

Ajudar em pequenas coisas da casa é uma coisa,  já ter que dar metade pro gringo pagar as contas, acho um pouco de desaforo principalmente qdo se sabe que ele não precisa porque ganha duas ou três vezes mais que vc, que chegou hoje na gringa...

Pense, quantos anos de contribuicão ele tem na sua frente???  ajudar nas despesas proporcional ao que a mulher ganha até concordo se os dois tem um imóvel que é dos dois, se não, abra os olhos e não caia nessa, nem se deixe fazer lavagem cerebral só pra ser tida como mulher moderna e independente porque se for pra dividir meio a meio com gringo trabalhado na esperteza, prefira continuar sozinha; é mais vantagem nao ter que aturar marido e as obrigacões de lavar cueca suja freada de merda(pq alguns são até bem porcos).

No exterior, ter sua própria grana nao é complicado qdo vc aprende o idioma e arruma um emprego pq aqui qualquer emprego te dá uma renda justa, mas nao tao justa qto a deles que ja tem anos de trabalho nas costas...

Ter sua própria grana é otimo mas como fazer um bom pé de meia se tem que dar metade pro gringo???

E como ficam os seus sonhos de investimentos pro futuro qdo o gringo te leva metade de tudo???

Se a casa esta no nome dos dois, tá valendo, tá justo pq é investimento dos dois! se nao tiver...vc ta com certeza sendo explorada...

Algumas só caem na real qdo vem a separacão...

Tenham cuidado quando o gringo vier dizendo que você tem obrigacão de ajudar nas despesas da casa(principalmente se a casa for só dele; se só estiver no nome dele porque qdo um paga a própria casa e a outra parte(no caso vc) paga as despesas dos filhos e mais o mercado do mês, o investimento dele é retorno financeiro garantido pra ele e o investimento dela(seu) não tem retorno nenhum... E qdo vem a separacão, vc sai sem nada pq gasto com comida vai pro vaso e dá descarga, concorda???

Dividir nao é problema qdo se ganha o mesmo que o gringo ganha, mas sabemos que esse nao é o caso da grande maioria. 

A questão piora qdo o gringo quer dividir as idas a restaurantes, supermercados e faz questão de dividir até as viagens... muquirana demais, não acha??? Esses tipos deveriam arumar uma alemã igual a eles que qdo separa mete quente no c* deles e leva tudo.

Quer nos contar sua história sobre gringo? Envie-nos um email  para: vida.no.exterior2010@gmail.com ou conte nos comentários em anonimo

102. A saga depois de arrumar um gringo e casar (parte 3) ... Estou sendo traída

                           Relatos retirado do grupo 

               **CONFISSOES** casada com gringo

Sabado me arrumei toda pocotó e fui ao shopping com o gringo.
Fomos no carro dele e chegando lá, ele foi pra uma loja de materiais para carros e eu fui a uma livraria.
Terminei primeiro e fui direto para o carro.
Decidi esperar por ele dentro do carro com o banco reclinado. Olhava o ceu e pensava na vida, pensando em minha história... Ando meio melancolica ultimamente.
Eis que o celular dele "bipa"  e quando eu olho no visor uma mensagem dizendo para que ele telefonasse o quanto possivel.
Eu nunca fiz isso, mas nao sei o que tinha me tomado naquele momento que me fez apanhar o telefone e ler as mensagens.
Quando abri aquela especifica mensagem sá tinha "call me asap".
O destinario nao estava salvo no  celular, pois ao invés do nome aparecia apenas o número.
Intrigada, decidi ler as mensagens que ele havia trocado com um dos melhores amigos dele.
La vi a seguinte mensagem, enviada no dia 10 de abril : "Eu trepei com uma jamaicana no parque tal. Colocamos a toalha no chao e ficamos completamente nus. Foi maravilhoso".
Quando eu li aquilo me deu uma tremedeira, um misto de calor e frio vindo do interior do meu corpo e uma ansia de vomito.
Sai do carro e sai andando sem rumo.
Imaginava ele fazendo o ato. Sentia nojo, mas nao raiva. Sentia-me traida e enganada, pois enquanto ele fodia uma jamaicana no parque eu estava dirigindo pro Uber para ajudar a dividir as despesas com ele.
Nao voltei pra casa e ele me telefonou várias vezes.
Por volta das 8 da noite, parei em um boteco e pedi uma comida no balcao, um rapaz se aproximou e comecamos a conversar.
Ele me ofereceu margaritas, mas como nao bebo recusei.
Terminei a noite no apartamento dele e confesso que gostei.
Beijei, abracei, cavalguei como há tempos nao fazia.
O Bofe era delicia, zoi azul, barbicha, ombros largos, braco peludo...
Menti pra esse rapaz, disse ser solteira, estudante e francesa.
Ele me convidou para sair novamente, mas nao vou, porque menti.
Ele havia me dito que queria algo serio.
Nao sei se ele disse isso apenas para me comer, pode ser que sim, pode ser que nao.
A unica coisa que tenho certeza e que nao tenho condicoes de ficar me justifcando nesse momento da vida...
Voltei pra casa e o gringo dizia estar preocupado e pergutava o que havia acontecido.
Nesse momento ele veio me abracar e eu pedi para que se afastasse.
Dei piti e ele nao me cutucou mais.
Tenho vontade de arrumar as minhas malas e sair daqui agora e vomitar tudo o que eu descobri, mas acontece que a entrevista para o meu greencaard e a minha alforria definitiva e agora nesta quinta-feira.
Lembra da parte que eu disse que estava melancolica e que estava pensando muito na vida? Entao... Eu sei que ja faz tempo, muita coisa aconteceu e 5 anos se passaram, mas nao posso negar que penso no gringo ingles e como minha vida seria se estivesse com ele.
Fiz um dos atos mais idiotas da minha vida: pesquisei ele no fb e no perfil vi a foto dele com uma Filipina, postgem recente, relacionamento tambem.
Foi o divino que fez com eu nao cagasse pelos dedos mandando uma mensagem pra ele.
Me consolem fias, to perdidinha...

101. Alemão é mesmo pão duro ou vc que não soube doutrina-lo?

               Relatos retirado do grupo 

**CONFISSOES** casada com gringo          

Temos sempre que ir cortando o mal pela raíz e ir moldando o gringo ao nosso jeito e não o contrário... deixar gringo me fazer lavagem cerebral? Nunca, nem se ele fosse o pintudo das galáxias.     
Desde que cheguei aqui na Alemanha, nunca gastei 1 euro, tô indo pro meu terceiro salário de Au Pair intocável! 
Me fiz de louca, nunca puxei 1 euro, e disse sutilmente, que na minha cultura, o homem paga tu
do, e que nós retribuímos dando amor, arrumando casa, fazendo comida, sexo de qualidade, tratando o homem como um rei. 
E tem dado certo, viu! 

Ele compra tudo, não pode me dar uma Luiz Vitão, mas me leva nessas H&M da vida e faço a festa, não regula não.
Um dia desses ele me levou de surpresa na sapataria pra comprar um tenis pra mim, e saí com 2. 
Depois que comeu comida brasileira, só quer saber de arroz com brocolis, bife, salada... E é mais caro que as pizzas de 2 euros que ele estava acostumado.
E ele sempre me chama pra ir no supermercado com ele, e quando vou, pego absorvente, esmalte, creme.... Nem pergunto se posso, vou lá e pego e boto no carrinho, sonsa mesmo!
Ah! E esse négocio de não come açúcar que engorda, o meu já falou isso quando fui pegar coca-cola, mas sabe o que ele fez?! 

Pegou um suco fitness, natureba, e uns centavos mais caro que a Coca, e disse que eu deveria tomar esse. 
Uma mão lava a outra! 
Quando estou com ele, arrumo a casa, organizo, faço comida...
E esse négocio de alemã não paga, não ví isso não! 
Elas são do racha! 50% cada qual. 
Inclusive uma vez fomos com uns amigos dele pra um biergarten encher a cara, e na hora da conta eles fizeram o racha, e o amigo dele me disse quanto seria a minha parte.

 Só fiz olhar sutilmente pro meu namorado e pronto. 
Ele foi e deu minha parte. 
Aí um amigo dele veio na calada e perguntou curioso, como funcionava a divisão de contas entre casais no Brasil. 

E eu falei que isso não existe! Que o homem paga as contas, pq geralmente ganha mais, que se a mulher trabalha, ela pode ajudar, mas não é obrigação da mulher. 
Que a gente trabalha mesmo é pra comprar nossas roupas, sapatos, bolsas....
É claro que não é assim, gente! Mas digo isso pq não tô afim de gastar o pouco que ganho. 

Tenho pena de quem chega aqui achando que tem que fazer igual as alemães e já chega fazendo a independe...
Coitadas... essas sofrem no final pq eles abusam e vc sai sempre perdendo pq não ganha no nível delas e nem no deles,  portanto vai ser indiretamente explorada.
E se vc comecar a não querer dividir tudo, pq não pode ou pq nao quer e ele achar isso injusto ou absurdo, manda ele procurar uma alemã... assim vai ser melhor pra ele e pra vc (que corre o risco de arrumar coisa melhor nem que seja investindo em outras nacionalidades).
Seu dinheiro é pra vc, pros seus mimos, pras suas prioridades.
O dia que vcs casarem e ganharem igual, a vida vai ser mais justa e ai sim vc pode dividir tudo meio a meio mas lembre-se SEMPRE de ter tudo assinado no papel (igual as alemães fazem) pq a hora que se separar vc leverá sua parte, assim como elas.
E se ele paga a prestacão da casa que esta no nome dele e vc fica com as despesas de compras do supermercado, vc não esta investindo em nada concreto pq depois que a gente come o que comprou no mercado, sabe o que acontece??? 
A merda vai ralo abaixo, concorda??? E não te trará nenhum retorno financeiro ou lucro.
Já ele, terá o valor da casa só pra ele se estiver só no nome dele.
Pois acredite em mim, na separacão eles são espertos e agem sem dó... sejá racional igual a eles!!

Quer nos contar sua história sobre gringo? Envie-nos um email  para: vida.no.exterior2010@gmail.com ou conte nos comentários em anonimo

100. O gringo do HIV

                            Relatos retirado do grupo 


               **CONFISSOES** casada com gringo          


Encontrei um "deuso" no app, achei ele um gatão, todo delícia e senti até um calor na bacurinha kkkk.

Conversa vai , conversa vem e ele veio me  dizendo que era suuuper ocupado, trabalhava numa plataforma de óleo e gas ... Todo aquela conversa produtiva e tal eis que ele me envia duas fotos (foto ao lado de um BMW branca na parte do aerporto onde os aviões decolam...  no fundo da foto com a BMW tinha um jatinho, possivelmente de onde ele desembarcou. A segunda foto era ele sentado na escada do jatinho):


Lógico que achei maravilhoso, pensei que era um rico carente daqueles tímidos que querem sexo fácil por aí ... Aiii ele me envia uma outra foto, na hora as luzinhas vermelhas apitaram .... Geeeeenteee num pode ser, rico ok... Mas milionário ?

Será possível que dei essa sorte (pensei , já fazendo a lista de tudo que eu queria comprar )


Daí eis que eu disse que ele era fake, que ele estava me enganando e dei aquele show de #chatiada . Porém o boy pediu Whats APP , eu não dei pq já tive problemas com isso  e descobri que pelo número do celular o cara pode descobrir onde eu moro e até meus dados pessoais (tomem cuidado, hein).

Sugeri que fossemos conversar no Skype com cam eeeeeee o boy topou.

Hahahaha a pirikita até molhou na hora ...

Na hora do Skype o boy era REAL, real pra caralho e bonitão exatamente como nas fotos..


Entããão eu já tava convencida que tinha tirado a sorte grande e graças a minha NOSSA SENHORA DO GREEN CARD eu ia morar nós EUA em grande estilo e pensei:  #chorainimigas

Maaaaas como eu não sou nenhuma ALICE da vida eu fui buscar a foto do boy na internet eeeeee
e pasmem eu encontrei . Mesmo nome , tudo certinho , tudo nos conformes , consegui o nome dele é joguei na net tudo ótimo até que encontrei um site onde uma moça chamada Luane , postou uma das fotos que eu tinha no site e escreveu assim:

"Se você o encontrar tome cuidado e entre em contato comigo."


Entrei em contato com a moça, conversamos mostrei os prints das conversas eeeeee ela me disse que conheceu ele numa viagem na ilha de San Andres na Colômbia... 
Diz ela que mora em Bogotá e que conheceu ele na net , e marcaram um encontro nessa ilha, ela falou que ele pagou tudo e me mostrou a page dele de negócios da Latino América.
Que ele é realmente rico , que eles passaram um final de semana juntos e ele havia estrupado ela . Como ela na época era casada ficou com vergonha de dar queixa, mas depois de um tempo ela começou a sentir uma fraqueza , passar mal e tal e foi ao médico achando que estava grávida.... Mas a mulher estava infectada com o vírus do HIV.


As fotos que ela me mostrou eram reveladas, ela falou que isso aconteceu em 2010. Disse que perdeu o marido e os filhos por causa disso.

Isso tudo ela me contou no Skype... 
Falei e vi ela no Skype, Colombiana mais que tudo.

Depois disso minha alegria murchou um pouco, mas ainda tava querendo achar que laaaaa no fundo era o famoso "RECOQUE" (tava meio Sibbely Fantasia)

Daí fui conversar com ele e falei dessa moça (MAS NAO DISSE NADA DA HISTÓRIA DELA)

Disse que tinha encontrado uma foto dele na internet com ela eeeee
o cabra ficou azul, amarelo ,roxo e surtou a porra toda.

Ele é branquinho da bochecha rosinha e ficou quase azul quando eu falei em Colômbia e na colobiana e  ficou meio nervoso mas não omitiu que a conhecia

Ele só não disse que ela era santa , mas de resto o bicho despejou tudoooo ... Eita lasqueiiira , já vi que tinha caroço no angu.

Algum tempo depois perguntei sobre a ex mulher dele e ele disse que ela morreu.

-Ah que pena, morreu de que?
- Teve uma infecção...
- Infecção, infecção de que ?
- Infecção por vírus, ela me traiu.
- Ahhh tá , coitado de você né

Como assim GENTE, eu aqui feliz achando que ia ter uma coleção de "Loubutão" e me aparece um bonitão todo bichado de HIV???







99. A saga depois de arrumar um gringo e casar (parte 2)... Quando o gringo não vale a pena.


                          Relatos retirado do grupo 


               **CONFISSOES** casada com gringo

Fui para o Brasil e passei 20 dias por la gracas ao maravilhoso e abencoado dollar US$ a R$4,00...  ostentei!!!  Aluguei um Hyundai - que é carrao no Brasil -, e mainha e vizinhas pensaram que eu estava rica! Voltei no Terraco Italia e foi impossivel nao lembrar do frances (leia sobre o Francês na parte I dessa história, ao final desse relato).

O atendimento em TODOS os lugares ficava melhor ainda quando conversava em ingles com o gringo. Inclusive, ouvi varias vezes se era interprete! Me achei, claro!

Fui para o litoral de SP e me hospedei no flat de uma italiana muito gente boa - e linda a besha! Mas o mundo nao e perfeito, ne fias? Essa foi a terceira viagem que fiz com o gringo.

Ele sempre tem uma mania nojenta de querer mudar de hotel. Isso é um transtorno porque refazer malas, carrega-las e desloca-las pra depois voltar pro mesmo hotel com cara de koo e dizer pro atendente que nao havia gostado do outro hotel(tb!), é cansativo!

As mudancas sempre eram oriundadas por razoes esdruxulas, como entrada USB do televisor incompativel com a entrada do cabo USB dele e tamanho da piscina. Ps. Nao nadou se quer uma vez!

Ele fez isso 2 vezes, na terceira fiquei tao nervosa que precisei de atendimento hospitalar. Ele falava coisas do tipo:  "esse lugar é sujo.." (sacolao do super Mercado Carrefour), nao como isso e aquilo fez parte do roteiro tambem! E estavamos na regiao do Jd. Paulista e Alto de Pinheiros. Quem conhece SP entende o quao dificil foi aturar isso tudo... Soberbo demais!

Acho que o gringo ficou impressionado com os vinte dias de chiqueza e voltou certo de que iria comprar um imóvel maior no EUA. Segundo o que ele diz; a taxa  anual  de +4% foi o que o impulsionou a tomar esta decisão...

Só que eu acho que o motivo é bem outro... comprei umas coisas pra mainha e ele ficava fazendo as contas de tudo. Comprei no meu cartao de credito que ele nem sonha que existe porque é igualzinho ao que usamos para pagar as contas compartilhadas. O bichim ficou fazendo as contas, como nao apareceu no extrato do e-bank ele concluiu que tenho "verdinhas" e o olho dele cresceu ao perceber que eu tenho alguma economia por fora...

A vcs que também são casadas com gringo, abram o olho e observem bem ao redor porque tem gringo que é tao mesquiho, ganancioso  e egoísta que não adimite que a mulher tenha mais que ele ou tenha uns trocados sobrando na conta  e faz de tudo pra botar ela no lugar dela, de dependente, na mão dele… alguns so se sentem felizes assim.

Muito legal ele querer investir em um imovel. Ele planeja pagar a prestacao com a minha contribuicao(porque eu tenho obrigatoriamente que dividir todas as despesas com ele meio a meio). O trato permanece o mesmo: divisao ordinaria de toda e qualquer conta doméstica. Se ele comprar o imovel minha despesa aumentará em 40%... Sozinho ele nao paga a despesa do imovel, mas se ele voltar a estudar, ele paga de olho fechado até duas casas. Mas nao quer...

Um detalhe muito importante: sai da padaria antes do previsto! Já nao aguentava mais entrar as 5am e sair as 10pm. Gente entrando e saindo e a responsabilidade toda no meu tob@... Por conta do stress, tufos e mais tufos de cabelo caiam. Cansei e disse "adios y gracias".

Passei a dirigir para o Uber e Lyft e tenho um part-time em uma loja de eletronicos. Dessa vez, minha renda reduziu de verdade! E o gringo ainda querendo agregar mais responsabilidades financeiras a minha humilde pessoa.

Fias, o meu sonho e ser gente aqui, sabe? Queria estudar e ter a chance de trabalhar exercendo a mesma atividade que exercia no Brasil.

Em junho pego minha carta de alforria, o green card. Já havia comentado aqui, anteriormente, que quando isso acontecesse exalaria da vida dele como peido ao vento, mas eu ja me sinto presa. Moro com ele há 4 anos, nos relacionamos a 6.

É bastante tempo, me acostumei com ele e ao mesmo tempo nao quero viver isso tudo por muito mais tempo e "sem necessidade". Estou em uma estágio tao drastico que até com as "ruindades" dele me acostumei.

E não vou comprar imóvel nenhum, se ele comprar vou pedir para que faca um documento onde ele se responsabilize pela divida, pois vai que acontece alguma merda e meu " couro" fica na roda?  Ele ja esta ate visitando propriedades. Eu disse a ele que nao iria e nao queria assumir uma responsabilidade dessas uma vez que pretendo voltar a estudar. Ele fez a egipcia e prosseguiu com as buscas.

Estou tão chateada com isso que não vou nem acompanha-lo no "tour" dos imóveis... Quando falo que quero voltar a estudar ele diz que nao preciso, que posso trabalhar para algum bom restaurante na cidade vizinha e que ganharia muito bem. Toda vez que escuto isso eu mando mentalmente ele tomar no rabo.
Estou jururu fias... Cogito até a possibilidade de voltar pra terrinha. O dinheiro que tenho da pra construir um predinho com alguns studios la no bairro de mainha. Emprego ta brabo mesmo por lá.

Quer ler a parte 1 dessa história? clique aqui: http://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/2015/08/80-saga-ate-arrumar-um-gringo-pra-casar.html

Quer ler a parte 3 dessa história? clique aqui: http://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/2016/05/102-saga-depois-de-arrumar-um-gringo-e.html

98. O gringo do cachorro (Parte II)


                         Relatos retirado do grupo 



               **CONFISSOES** casada com gringo

Praticamente 1 ano já se passou... e por isso retornei para tentar explicar o "final da minha historia"... Acho que o que mais impressiona de tudo é o fato de eu ter feito a pior escolha da minha vida e quem leu todos os meus posts anteriores sabe que eu vivia um conflito por causa do cachorro.

Depois, ao conseguir alugar um apartamento e morar sozinha com o gringo, descobri vícios em drogas, falta de comprometimento, irresponsabilidade, agressividade.

Ele roubou quase todo dinheiro que eu possuía(trazido do Brasil)... comecei a trabalhar uma semana antes do natal com esperança de tentar suportar a situação mas no dia 22/12/2014 depois de voltar do trabalho e negar dar pra ele o dinheiro que eu havia recebido, ele tentou me agredidr, jogou um banco na parede próximo da minha direção + o controle da tv, e quando ele chegou próximo com um cobertor eu corri para rua... sabe deus o que ele pretendia Fazer com o cobertor! 


Ele me seguiu falando que tinha errado e pedindo desculpas, eu entrei no Strassebahn e fui até a estação principal, chegando lá liguei para uma amiga, mas ela não pôde me ajudar no momento  e assim lembrei da minha chefe, ela brasileira e o esposo alemão são donos de um grande hostel.

Ela me ajudou, conversou comigo e deixou eu dormir lá... Embora  Eu tivesse o telefone do Frauenhaus (casa de ajuda as mulheres) no horário que ligamos não tinham como me ajudarem.

No dia seguinte minha chefe ficou preocupada porque ela tinha muito medo do meu marido aparecer por lá e quando foi 15:00 do dia seguinte ela me levou até a Frauenhaus. Ao sair do hotel para entrar no carro dela,  meu marido estava na rua me esperando pedindo desculpas, entrei no carro e fui...

Infelizmente por ser próximo de Natal não tinha mais vaga naquela casa , mas indicaram outra casa com vaga para o dia 30/12 e do dia 23 até dia 30 fiquei na casa da família de uma mulher africana que havia conhecido... Ela me deu conselhos, disse como é difícil o povo dela conseguir visto para morar na Europa, e para eu dar a volta por cima e vencer.

Quando cheguei o Frauenhaus fiquei aos cuidados de uma assistente social , ela é polonesa e trabalhava na casa a 20 anos. Ao contar minha historia para ela chorando, ela se emocionou junto comigo, me mostrou a casa e as regras.
Ela é o motivo de ainda estar na Alemanha porque nessa casa recebi muitos conselhos realistas e positivos.

Meu marido ficava pedindo perdão falou que tudo era problema por causa das drogas . O amor nós torna pessoas cegas e burras, mesmo contra indicação do Frauenhaus eu encontrava meu marido para tentar ajudar ele a conseguir vaga em uma clinica de reabilitação, mas toda semana que encontrava ele , sabia que ele estava mentindo e ainda usando drogas.

Chegou um momento que eu percebi que eu tinha mais interesse do que ele na terapia e assim eu percebi que não tinha nenhuma responsabilidade. 

 Nesse meio tempo o pai dele faleceu, eu tentei ajudar, e um dia quando a família reuniu para limpar o apartamento, meu marido e a  mãe não sabiam como irião pagar o funeral, e durante a limpeza eu achei um sinto e esse sinto tinha um zíper, ao abrir o zíper eu encontrei 2.500 euros.

Podem me julgar mas sou católica e (burra?) mas prefiro ser HONESTA e entreguei o dinheiro para minha sogra e disse para ela não deixar com o filho afinal todos sabiam o problemas com abuso de drogas....

O pai dele deixou uma moto, guitarras caras, tv , laptops, etc... durante os meses que decorreram, tudo foi vendido para ser trocado por drogas.

Por causa do velório conheci uma ex namorado do pai do meu marido, essa senhora ao saber da minha história que vivia em frauenhaus e ela conhecia meu marido desde  criança e a semelhança com o temperamento e personalidade do seu pai , ela começou a me ajudar dando conselhos.

Nessa época eu não imaginava mais voltar com meu marido, eu apenas queria que ele fosse para reabilitação, Afinal ele se fazia tanto de vitima que eu por causa do amor que sentia queria ver ele bem apesar de tudo ( O amor é isso , as vezes faz as pessoas serem estupidas demais como eu fui...)

Tantos problemas, a falta de comprometimento, interesse, respeito e tudo destruiu o sentimento que eu sentia pelo meu marido, mas ele acreditava que talvez se ele fizesse a terapia teria chances comigo.


A frauenhaus não é uma casa para morar durante tanto tempo, sempre chegam pessoas diferentes com problemas, outras pessoas trapaceiras e mentirosos...

Eu fiz algums meses de curso de alemão e em abril comecei a trabalhar no centro de logística da Mercedes
e com trabalho comecei a procurar apartamento.

No mês de maio eu já tinha definido o fracasso do meu casmento... mas mesmo assim  eu tentei ajudar com a "esperança"  de tudo ser/ter sido culpa das drogas.


Em julho consegui alugar um apartamento, meu marido conseguiu vaga para ir para reabilitação em agosto e eu falei para ele que não queria mais nada com ele , que iria seguir minha vida .


Eu comecei a conversar com outras pessoas e na primeira semana de agosto resolvi encontrar com um rapaz que mora no mesmo bairro.


Nosso encontro foi maravilhoso,  era verão e eu me diverti muito mais não rolou nada, sabe como são os alemães , ele pediu para se encontrar comigo na sexta-feira da próxima semana.


Eu estava no meu apê,  tinha encontrado um trabalho melhor e iria começar na segunda. Estava esperando meu Novo "boy magia" e meu celular toca com um numero , eu pensando que era o boymagia atendi...

Era meu ex-marido falando que iria ser internadao na próxima quarta-feira que me amava, que iria mudar por mim e eu só consegui dizer ... (Alô,  não te quero mais!! ), acabou ... desejo o melhor para sua vida mais você destruiu tudo entre nós.


Gente ?? Por que iria ficar com um cara 7 anos mais velho, drogada, que falava que gostava mais do cachorro do que de  mim??? ou seja; todo fudido e que ainda não me fodia direito por que nunca tinha interesse em sexo. Praticamente um  vagabundo que roubava dinheiro da minha bolsa e jurava dizendo que eu perdi na rua, me fez sair do apartamento que eu tinha montado com meu dinheiro trazido do Brasil, ...

Nesse momento que falava no telefone minha campanhia tocou... (era meu "boy magia") e  falei promeu ex-:  estou sem tempo, tudo de bom para você e tchau.


Recebi o boy em casa, estávamos conversando quando alguem bateu na minha porta, estranhei por que normalmente as pessoas tem que   interfonar para poder abrir a porta.


Perguntei quem é, meu ex disse abre aessa porta, você tem visita e está me traindo... ele começou a chutar a porta, eu liguei para a policia mas q
uando a policia chegou ele não estava mais aqui.

O meu novo "boy magia" me convidou para ir em Hamburgo com ele e eu não estava preocupada com meu ex- e como estava esperando instalar minha internet só usava a 3G do celular e minha família no Brasil não sabia do que tinha acontecido e da minha situação com meu ex- mas eu tinha uma unica  Aaiga lá que sabia, eu contei para ela tudo que acontecia diariamente.

Ai ela me ligou no WhatsaApp chorando dizendo que meu ex tinha postado no facebook dela e de todos os meus amigos e parentes que eu era uma prostituta que estava traindo ele e que fodia com homens...

Eu entrei em pânico... meu "boy magia" estava em casa e ele passou a noite comigo...  eu acabei tendo que contar para minha família tudo que aconteceu naquela noite horrível Emoticon frown

Meu ex me mandou um monte de mensagens loucas, até falando que iria se matar... mas eu ignorei.


Sábado bem cedo ele tocou minha campanhia e eu liguei de novo para policia, passei o sábado em Hamburgo com meu boy magia...  chegamos meia noite aqui  e por medo eu tive que dormir na casa dele.


Domingo meu marido ficou me esperando na rua, próximo do meu apartamento e quando vi pedi ajuda para um rapaz na rua e liguei para policia de novo.

Como iria começar segunda feira em um novo emprego, dormi de domingo para segunda no frauenhaus (casa de ajuda as mulheres).


Quarta feira daquela semana ele foi internado e está em uma clinica longe da minha cidade... e e
u fiz uma especie de procuração caso ele volte a me incomodar ou chegar próximo, se eu ligar para policia ele poder ser preso se insistir.

Eu estou desde aquele dia me encontrando com meu vizinho "boy magia", não seu se vai dar certo, mas vivo um dia de cada vez.


Renovei meu visto para mais um ano... minhas metas para 2016 são melhorar meu nível de alemão e tentar trabalhar ou fazer estagio na minha área, posso dizer que tenho uma vida quase agradável depois de tudo que passei mas me sinto muito só e tenho picos de depressão vez ou outra.


Bom não sei quais serão as reações das pessoas, mas a vida é feita de escolhas e eu decidi provar para mim mesma que ninguém podia destruir minha vida, e que eu iria vencer e dar a volta por cima,


Eu não queria voltar para o Brasil chorando por ter casado com um FDP, eu quero voltar e lembrar dos lugares que conheci e coisas que aprendi,

Não foi fácil esse ano, mas o céu e o inferno é aqui mesmo e aqui se faz aqui se paga e acreditem se quizer: O tal cachorro do meu ex marido() ficou aos cuidados de uma vizinha da minha ex-sogra e há um mês atrás mais ou menos ele morreu atropelado...


E eu nem fiz macumba, eu não preciso fazer ou desejar o que ele me fez  mas ele irá pagar.... A vida vai cobrar isso dele.

Quer ler a parte I dessa história ? Clique aqui: http://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/2015/02/gringo-e-os-cachorros.html

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.